25 fevereiro 2018

Por que temos medo ser feliz?

Estava vagando pelo instagram quando me deparei com essa pequena citação, que possui um peso tão enorme de verdade ao ponto de me fazer parar para refletir sobre minha vida. Coisa que eu não faço há muito tempo e em breve você saberá o porque.
A gente acaba passando por tanto sofrimento, seja ela de origem amorosa, familiar, ou até mesmo vindo de alguém que você considerava um grande amigo(a), que vamos criando uma certa casca.  Bom, vou falar de relacionamento, pois é disso que vem a minha experiencia no assunto. Ou seja, ninguém me contou, não li em lugar algum, eu vivi isso na minha própria pele. Vamos ao assunto:
Quando nós saímos de um relacionamento longo, temos dificuldades em conseguir ter um envolvimento com outra pessoa. Mesmo que esse relacionamento longo tenha deixado certas feridas, certas magoas e certas tristezas, nós não conseguimos dar um passo a frente, pois ainda estamos com o apego no que ficou para trás.
Ao compreender que precisamos seguir em frente, as feridas vão cicatrizando, e cicatrizes deixam marcas. Você passa a confiar menos nas pessoas, acredita que não vai ser capaz de amar alguém novamente, pois todo o amor que você tinha, ficou em algo que hoje já não existe mais. Você ainda carrega as mágoas no seu peito, o que deixa a situação ainda mais difícil para que outras pessoas se aproximem, pois qualquer tentativa de aproximação te remete ao passado, onde a pessoa que te tratou do meso jeito, também lhe causou grande magoa. E isso vai se repetindo tanto, que o desejo de conhecer pessoa vai diminuindo e você acaba deixando de conhecer novas pessoas e viver novos amores simplesmente pelo medo de sofrer de novo. 
Mas hoje, depois de muito sofrer, eu te digo uma coisa: esse medo que você tem, deixou de ser o medo de sofrer e passou a ser o medo de ser feliz. As pessoas foram passando em sua vida, cada uma deixando uma marquinha diferente, e uma história diferente. Mas você cansou de viver dessas pequenas histórias, pois toda história tem fim, e não é isso que você gostaria. Dessa forma, se tonou mais pratico e fácil você se tornar um pouco como essas pessoas: fria e desapegada (o). E era exatamente assim que eu estava agindo até conhecer alguém que me tirou completamente do eixo negativo que havia se formado em minha vida. A felicidade chegou aqui, sem aviso prévio nenhum! Consegue imaginar o susto que tomei? Enquanto essa mesma felicidade andava 2 passos em minha direção, eu dava 3 passos para trás, como se fosse algum animal encurralado, e foi quando eu percebi que eu já não tinha mais medo de sofrer, pois eu já sabia lidar com o sofrimento das mais diversas formas possíveis! O que eu não sabia fazer agora era lidar com a felicidade! Essa felicidade me desconcertou tanto, que eu simplesmente não soube como agir, não soube como me esquivar e quando me dei por conta, já se passaram 4 meses e hoje estou aqui, compartilhando com você que eu não paro para pensar sobre minha vida porque algo inusitado aconteceu: estou vivendo com a felicidade! Eu havia me esquecido de como é ter uma reciprocidade 100% de alguém. Havia me esquecido como era dormir e acordar sorrindo sem me preocupar em preparar meu coração para um possível adeus repentino, como havia feito num passado recente.
Gostaria que você soubesse que tudo em sua vida é aprendizado. Que tudo que você está passando esta te preparando para ser alguém incrível, e cabe somente a você saber lidar com o que acontece em sua vida. Se você está passando por algo repetidas vezes, preste um pouquinho a atenção, talvez esteja passando algum aprendizado essencial para você.
Namaste!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Topo
© ATRÁS DA PENTEADEIRA - 2018°
Criado por: AP DESIGN.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo